sexta-feira, 23 de julho de 2010

Os Amigos

Os amigos amei despido de ternura fatigada;
uns iam, outros vinham,
a nenhum perguntava porque partia,
porque ficava;
era pouco o que tinha,
pouco o que dava,
mas também só queria partilhar a sede de alegria
— por mais amarga.

Eugénio de Andrade, in "Coração do Dia"

tenho pensado na amizade.
o que cabe nela e o que não cabe.
até onde me devo preocupar, até onde posso ir, questionar, falar.
há coisas que continuo a não perceber.
há coisas que me fazem crescer.
há coisas que me continuam a atormentar.
há situações em que me sinto usada.
há situações que não consigo dar resposta.

suspiro baixinho

ai...*

3 comentários:

Bruno disse...

Identifico-me tanto.

Anónimo disse...

Ao passar os meus olhos por este post, não pode de não deixar este comentário sobre os amigos. A leitura que faço sobre os amigos é que hoje em dia os amigos é como diz Eugénio de Andrade " uns iam outros vinham...."
Os amigos muitas das vezes desiludem-nos, são uma farsa, são apenas amigos para circunstâncias, momentos, ocasiões e depois partem sem nos dizer uma única palavra, passam por nós como se nunca nos tivessem conhecido, nem partilhado momentos de alegria misturado no amor de Deus.
Outros amigos, são como as paixões e os amores, que quando corre mal são a nossa própria desgraça, causam dor e sofrimento.
Outros amigos,conhecerem-nos, em qualquer ocasião, fomos construindo uma amizade parecendo sincera, mas com o decorrer do tempo começamos a descobrir que esse amigo (a)se tornou uma pessoa diferente, partilhando a mentira, maldade e o fingimento, tendo comportamentos menos adequados. Estas pessoas são os falsos amigos, digo mesmo, são inimigos.Eles são como agentes policiais, seguem-nos, sabem os nossos passos, os nossos caminhos, para aonde vou, onde estou, com quem estou,são a nossa sombra ,sabem da nossa vida.
Todos nós já tivemos uma má experiência com amigos e hoje eu penso, que os meus únicos amigos são os meus Pais e a minha família e o meu Pai celestial que me ama.

Temos que suspirar baixinho..

Amigos q.b.

Clarinha deste-me a oportunidade de comentar obrigado, por isso.
Dizes bem "Há coisas que atormentam, situações que nos sentimos usadas"

Bj Mané

Clarinha* disse...

Mané, foi um desabafo, porque também é esse o propósito deste blog. às vezes, quem está mal, somos nós e não os amigos, confuso, estranho, mas real.