quinta-feira, 17 de agosto de 2017

tocaste-me no primeiro dia.. as tuas mãos grandes.. o teu  tamanho gigante..
hoje olhei para ti e percebi que até te posso tocar!
gosto quando te ris, das minhas piadas.

és tu!?
sou eu?!

porque é que os nossos caminhos teimam em cruzar-se?!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

este tempo.. é especial, muito especial.. pela oportunidade que temos para que Jesus volte a nascer e faça história connosco.

é uma altura em que tenho dificuldade em sair do trabalho e me apetece ficar também nesta altura um pouco mais.. porque assim faz sentido, porque passamos a maior parte do tempo cá. é agradável ver a demonstração do amor que temos uns pelos ouros, uma altura de gestos, de carinho e de atenção.

Agora é altura de fechar o estaminé e também eu rumar caminho dos que são meus, daqueles que me pertencem.

Ao Menino Jesus peço que Ele me traga serenidade ao coração, querendo entender sempre o que Ele tem para mim. quero ser mais e melhor pessoa. quero perceber os Seus sinais e não me quero transformar em ninguém mal resolvido, mal amado, mal formado.

Quero apenas e tão somente querer o que Ele tem para mim.*

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

«Continuai vós, continuai a semear amor no mundo, porque dele há ainda muita necessidade.»
Santa Madre Teresa de Calcutá

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

dou por mim a ficar com o meu amor por ti amadurecido.. olhei para ti, sem a timidez de quem não quer mostrar, que ficou aos pulos só por te ver. ui.. continuas a criar em mim aquelas borboletas no estômago.

hoje, finalmente, consegui mostrar-te realmente um pouco daquilo que sou.. a minha forma meiga e carinhosa como toco e me deixo tocar.. foi bom! um momento em que estiveste no meu mundo afectuoso, relacional e laboral.

sem que desses conta, já me ensinaste muitas coisas.. livraste-me de monstros feios e antigos que teimavam rondar-me. fizeste-me ver que tenho em mim tantas coisas de uma riqueza incalculável.. fazes-me muitas vezes pensar, vezes até demais, pensar nas razões pelas quais corro: objectivos e metas. umas vezes quero-te perto.. outras, nem me quero misturar contigo.

será amor?


quinta-feira, 28 de julho de 2016

jmj roma 2000... jmj colonia 2005... jmj madrid 2011
jmj cracóvia 2016 à distância, mas de coração lá.<3 a="" crac="" ligada="" p="" via.="">


Saudades tuas, avó C., obrigada pelas dicas de dona de casa. Obrigada avô F. por me deixares pintar as tuas unhas, por me deixares transformar as couves em sopas para as minhas bonecas, por me transportares no carrinho de mão. 
Avó R., gostava quando arrefecias a sopa de forma especial para mim e pela salada de alface milimetricamente cortada. 
Avô J., bem sei que era a tua menina.
Ter memórias dos meus avós é algo tão grande e especial, moldaram-me, todos deixaram um pouco de si*
sinto-me agradecida, tenho saudades de partilhar convosco os meus dias. continuem dai a olhar por mim, por nós.